Crônica - Perfeição e Imperfeição



Um dia se encontraram, então se encantaram e se apaixonaram.

"- Eu te amo tanto!"

"- Eu que te amo mais!"

"- Desliga você primeiro!"

"- Não, ontem fui eu. Desliga você primeiro."

Namoraram, noivaram e casaram.

"- Você me completa!"

"- Eu quero ser feliz para sempre com você!"

Prometeram até na frente do mesmo padre que tinha batizado ele. Com testemunhas, padrinhos e parentes. O sonho de menina foi realizado. 

Até que começaram a se estranhar. Perfeição não existe, mas ele exigia por parte dela. Queria mais, queria sempre, queria melhor, queria rápido, queria já, queria muito. 

Já ela não. Ela queria curtir, aproveitar, devagar, pouco, depois. E ela nem sempre queria. Ela só queria ser feliz. Mesmo não sendo nada perfeita. Lembrou das juras de amor, das promessas de casamento e viu que todas elas há muito tempo tinham deixado de ser cumpridas e realizadas. 

Até que um dia ela decidiu.

"- Quer saber? Vou ser feliz..."

Pegou os documentos, as roupas que mais gostava, que ele não a deixava usar, e foi ser imperfeitamente completa e feliz. Imperfeita e feliz.

0 Comentários: