70 pecados, pecadilhos e pecadaços digitais

  1. Cutucar no Facebook
  2. ESCREVER FRASES SÓ COM LETRAS MAIÚSCULAS (JEITINHO DA XUXA)   
  3. Achar que, só porque está no Twitter, é preciso colocar hashtag em todos os posts #desespero
  4. Adicionar quem nunca viu na vida, fazendo “o íntimo”
  5. Adicionar quem só viu uma vez na vida
  6. Aceitar a solicitação de amizade daquela butique desconhecida só para dar volume entre seus amigos facebookianos
  7. Falar “facebookiano”
  8. Usar mais de cinco vezes o Instagram num mesmo dia (sua vida não é tão interessante assim)
  9. Não achar que o nome daquela rede social é “querido diário”
  10. Achar que é fotógrafo profissional só porque tem uma conta do Flickr e uma câmera boa
  11. Postar fotos de gato no Instagram (o mundo não precisa de mais fotos de gato)
  12. Entrar num blog de moda e comentar que não liga para a moda
  13. Ter uma conta ativa no Flogão
  14. Ter uma conta ativa no Fotolog
  15. Mandar convite para seus amigos entrarem no Hi5
  16. Mandar convite para seus amigos, convidando-os para entrarem no Badoo
  17. Encaminhar qualquer Power Point
  18. Não iluminar sua tia, avisando-a que é pecado encaminhar e-mails com Power Point
  19. Linkar as atualizações do Twitter ao Facebook
  20. Enviar e-mails para todos os amigos avisando que seu blog tem novo post (O RSS taí para isso)
  21. Implorar: “GaLeRa, comenta no meu blog, yay!”
  22. Escrever em “miguxês”
  23. Escrever sobre a fila na qual você está há horas. Se ela é chata para você, mais chato será ler seus comentários sobre isso nas redes sociais
  24. Colar correntes no mural e esperar que seus amigos façam o mesmo (se você odeia quem faz isso, cole isto no seu mural http://migre.me/5PWK3)
  25. Postar vídeos de crianças em situações constrangedoras no YouTube
  26. Tirar foto de tudo o que come ao longo de um dia (a menos que seja para enviar, por e-mail, para seu nutricionista)
  27. Se autofotograr em frente ao espelho, tendo mais de 13 anos ou não sendo a Scarlett Johansson
  28. Ignorar o vídeo da Bixa Muda de Juazeiro
  29. Nunca ter visto o vídeo da Vovó Cantora
  30. Falar mal do Orkut, esse clássico da vida on-line
  31. Escrever recados melosos para sua namorada/seu namorado, revelando os apelidos secretos (ou que deveriam ser secretos), tais como “Paçoquinha”
  32. Compartilhar senhas da vida on-line com a(o) namorada(o)
  33. Escrever como se a vírgula não existisse porque afinal ela existe e há razões específicas para utilizá-la
  34. Pior: escrever separando, cada duas palavras, com vírgula
  35. Pensar que a internet aboliu a gramática
  36. Exagerar… no uso… das reticências… (são três pontinhos, não uma fórmula mágica para tornar sua escrita mais interessante ou inteligível)
  37. Pior: exagerar no uso dos pontos de exclamação!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
  38. Nos e-mails profissionais, escrever para mais de uma empresa ao mesmo tempo
  39. Mandar e-mail para 100 contatos, sem colocá-los em cópia oculta
  40. Ter um endereço de e-mail no BOL
  41. Ter um endereço de e-mail que inclua sua data de nascimento ou idade — por que, ó céus, alguém faria isso?
  42. Incluir apelidos da infância no seu endereço de e-mail, ex: “jujufofis@…”
  43. Criar um endereço de e-mail que contenha autoelogio, do tipo “amaisgatadeBH@…”
  44. Fazer 98% das atualizações em inglês, sendo que menos de 2% de seus amigos são gringos. Ou 0% é
  45. Tuitar freneticamente em shows, como se alguém tivesse solicitado uma cobertura séria e profunda do evento
  46. A essa altura dos anos 2010, cair em vírus que dizem “olha como você ficou bem nas fotos do churrasco”, sendo que você não foi em nenhum churrasco nos últimos 90 dias
  47. Nas redes sociais, participar do protesto contra a exploração da mão de obra infantil, militando e fazendo as unhas ao mesmo tempo
  48. Enviar e-mails com piadinhas idiotas e gifs animados
  49. Não deslogar sua conta da rede social quando num computador que não seja seu
  50. Se aproveitar do descuido de quem esqueceu de dar logout e fuçar a rede social alheia
  51. Achar que está abafando porque usa o Foursquare a cada 5 minutos e é prefeito da lanchonete da faculdade
  52. Marcar o nome de todos os seus amigos num flyer de festa
  53. Reclamar da cidade onde vive, diariamente, nas redes sociais e, ano após ano, nunca se mudar dela
  54. Usar programas para aumentar seguidores no Twitter
  55. Criar evento para a posse do síndico do seu prédio
  56. Fazer posts de 15 mil caracteres no blog, estilo Zeca Camargo
  57. Dar Crtl C Ctrl V nos trabalhos acadêmicos
  58. Copiar a frase de efeito do coleguinha e postar sem dar os devidos créditos
  59. Achar que porque indicou primeiro um vídeo incrível você é incrível
  60. Curtir notícias ruins, como: “Trânsito engarrafado nas duas direções, há quatro horas, na Avenida Amazonas” ou “Meu cachorro quebrou a pata”
  61. Dar updates sobre a vida do seu cachorro
  62. Criar um perfil para seu cachorro e adicioná-lo como filho
  63. Escrever uma frase de autoajuda seguida de “bom dia” todos os dias pela manhã
  64. Reafirmar suas religiões na vida on-line a cada 15 minutos
  65. Tuitar Caio Fernando Abreu e Clarice Lispector sem nunca ter folheado um livro deles
  66. Cuidar de FarmVille, mandar convite de FarmVille, achar normal quem cuida de FarmVille ou manda convite de FarmVille, CityVille, FodasVille
  67. Fazer check-in em lugares desinteressantes, tipo: “Pedro @Açougue do Zé”
  68. Trocar a foto do perfil todos os dias
  69. Tuitar para fulano, seu amigo, dizendo que mandou uma DM a qual avisa que escreveu no mural dele um recado lembrando-o de checar o e-mail que você enviou há 3 minutos
  70. Cutucar de volta quem te cutucou no Facebook

0 Comentários: