O QUE É... SABEDORIA?


É o que o sotaque dos conselheiros estrangeiros parece divulgar... 

Randolph 'Randy' Brennan é um americano de 42 anos, nascido em Toledo, Ohio. A rara combinação acadêmica que ele acumulou - doutorou-se em filosofia, por Harvard, e conseguiu um Ph.D. em física nuclear pelo MIT, de Massachussets - tem permitido a Brennan transitar livre e brilhantemente por dois campos antagônicos: o do tecnicismo e o do comportamento humano. Seu livro, The Fourth Equation, está há meses na lista de best-sellers do New York Times. Com o auxílio de Brennan, vamos tentar explicar o que é a sabedoria neste início de século 21. 

Ainda é possível, num mundo competitivo como o nosso, existir felicidade? 

Quanto mais conhecimento nós conseguimos acumular, mais entendemos que ainda falta muito para aprender, e por isso sofremos. Trabalhar em excesso é como perseguir o vento; a felicidade só existe para quem consegue aproveitar, agora, os frutos de seu trabalho. Há um tempo para plantar e um tempo para colher. 

Mas dá para ser feliz, com tanta pressão por resultados imediatos? 

Todo o empenho que colocamos em nossas obras é fruto da competição recíproca. Por isso, está ficando cada vez mais difícil perceber que mais vale um bocado com lazer do que dois bocados com um trabalho cansativo. Então, o profissional será um individualista? 

Não haverá mais espírito de equipe? 

Pelo contrário. O azar será de quem quiser ficar sozinho, porque, se cair, não terá ninguém para ajudá-lo a se levantar. Se um é agredido, dois podem resistir. E cordas triplas jamais arrebentam. 

Que conselho o senhor dá aos jovens que estão entrando no mercado de trabalho? 

Que é melhor ser criticado pelos sábios do que ser elogiado pelos insensatos. Elogios 
vazios são como gravetos atirados numa fogueira. 

E se esses jovens, de repente, tiverem um chefe centralizador e perverso? 

A grande desilusão que eles terão será a de ver os justos serem tratados conforme a cartilha dos injustos. Mas isso é fugaz. É bom lembrar que, por mais poderosa que uma pessoa pareça ser, ela ainda será incapaz de dominar a própria respiração. 

O que é, exatamente, sucesso? 

O sono gostoso. Se a fartura do rico não o deixa dormir, ele está acumulando, ao mesmo tempo, sua riqueza e sua desgraça. 

Randy Brennan nunca existiu. É um personagem fictício. Mas há centenas de Brennans de carne e osso por aí, todos estrangeiros, ganhando espaços cada vez mais generosos na imprensa para oferecer seus sábios conselhos. Porque a sabedoria, hoje, para ter valor, precisa ter sotaque, e por isso virou um monopólio dos Brennans. Mas as respostas que constam neste texto, ao contrário de Randy Brennan, são bem reais. Elas foram extraídas de um livro do Velho Testamento, o Eclesiastes, escrito há 2,3 mil anos. Porém, se isso é dito logo no começo, muita gente talvez nem se interesse em continuar lendo. 

Por Max Gehringer (extraído na íntegra da revista Você S.A. - dezembro/2001) 

0 Comentários: